julho 31, 2015

Projeto Picture Challenge - 2ª Quinzena

Oi gente tudo bem?
Hoje é o último dia do mês e por isso trago para vocês, as últimas fotos do projeto Picture Challenge

Diferente do que aconteceu na 1ª Quinzena, alguns contratempos me fizeram atrasar a postagem de duas fotos, mas não foi algo que chegou a comprometer o andamento do projeto no Instagram.

Vamos as fotos:


Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 16 - Bichinhos no Livro
Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 17 - Livro Nacional
Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 18 - Um Livro que me fez Chorar
Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 19 - Marcadores
Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 20 - Seres Sobrenaturais
Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 21 - Um Romance
Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 22 - Tá na Moda
Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 23 - Livraria ou Estante
Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 24 - O Gordo e Magro
Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 25 - Um Clássico
Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 26 - Livro de Contos ou Poesia
Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 27 - Escolhe uma Cor
Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 28 - Agora um Arco-Íris
Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 29 - Meu Cantinho
Imagem e vídeo Pela Hospedagem TinyPic
Dia 30 - Última Frase de Um Livro

Quero pedir desculpas pela simplicidade das imagens, visto que as primeiras fotos estavam bem elaboradas, com filtros e bordas, enquanto a segunda quinzena ficou bem apressado. Ainda assim, achei bem proveitoso, pois pude movimentar mais o meu Instagram, e pretendo fazer projetos futuros no mesmo formato. Aguardem!!

Espero que vocês tenham curtido as imagens, e quem quiser visualizar pelo Instagram basta buscar a hashtag #PictureChallenge2015.

Até a Próxima !!!
 

julho 29, 2015

Playlist Tiago Iorc

Olá pessoal, tudo bem?
Hoje eu deveria trazer a resenha de mais uma leitura da maratona literária, mas como está tudo atrasado na minha vida, resolvi não me preocupar muito com isso e trazer uma playlist muito bacana para vocês.

Image and video hosting by TinyPic

A turnê Troco Likes do muso Tiago Iorc, chega a Natal no próximo dia 09/08 e como eu já estou de ingresso comprado, resolvi dividir com vocês uma playlist com as músicas que mais gosto do cantor. Para quem ainda não o conhece, eu fiz uma postagem sobre ele aqui no blog há um tempinho, que vocês podem conferir clicando AQUI. 



A postagem está um pouco defasada, visto que na época fiz uma crítica ao fato de ele ser brasileiro, mas compor e cantar em inglês, fato que me incomodava bastante. Porém, como se o próprio Tiago Iorc tivesse lido minha postagem, ele simplesmente lançou esse novo CD, todo autoral e em português, o que me fez gostar ainda mais do cara.

Image and video hosting by TinyPic 

E apesar de curtir o som mais melancólico que ele fazia, esse novo trabalho possui canções bem alegres, mas mantendo aquela sonoridade gostosa e relaxante de se ouvir que só a voz dele tem.

Quem se interessar, pode baixar o novo álbum AQUI, e se quiser saber se a turnê já passou ou ainda irá passar pela sua região, basta conferir abaixo:


Image and video hosting by TinyPic

Bom, espero que tenham curtido o som. E não deixem de me dizer sua opinião sobre o artista, sobre as músicas, enfim, o povo quer saber!!! rs.

Até a próxima!!!

julho 27, 2015

Resenha: Precisava de Você

Oi gente, tudo bem?
Na tentativa de recuperar o tempo perdido, em um dia consegui terminar mais um livro da Maratona Literária #MLI2015 e já estou começando outro livro para não perder tempo. Mas antes, passei aqui para deixar minhas impressões dessa rápida leitura.

Image and video hosting by TinyPic

Precisava de você, é um e-book que ganhei em um sorteio de algum blog que não me lembro agora, e por ser um romance, gênero que eu menos leio, cumpre dois dos desafios propostos pela maratona, que são:

Ler um livro que eu ganhei ü
Ler um gênero que eu menos li ano passado ü

É claro que, devido ao atraso nas leituras, acabei bagunçando as semanas temáticas da maratona, mas manterei na mente que ainda estou conseguindo manter um ritmo bom nas leituras, tendo em vista todos os imprevistos que aconteceram. Quem quiser saber quais livros ainda tenho para ler, basta acessar Minha TBR.

Image and video hosting by TinyPic Título: Precisava de Você
Autor: Pedro Guerra
Ano: 2015
Gênero: Romance, Infanto-juvenil.
Editora: Belas Letras
Sinopse: Então está aqui tudo o que eu guardei por algum tempo. A partir de agora eu pretendo escrever, desde o começo, a nossa história (se é que eu posso chamar assim). O nosso (des)romance. Acho que a melhor maneira de se livrar de alguma coisa (neste caso, de alguém) é colocando para fora. Então é isso que eu vou fazer. Eu vou te exorcizar de mim. Que droga. Que droga, Gabriel Vegas. Eu gostava de você pra caramba.
Fonte: Skoob

Narrado em primeira pessoa, na visão da personagem Lola tavares, o livro é uma espécie de caderno de memórias que ela escreve para Gabriel Vegas, o cara "perfeito" que partiu seu coração, onde ela despeja todas as suas emoções na tentativa de abrir os olhos dele, ou melhor, para fazê-lo se colocar no lugar dela e repensar suas atitudes.


“Sim, eu pincelei o resto de você em minha mente. E, misturado ao todo, você ficou perfeito.”


Lola é uma garota de 18 anos que está na faculdade e como em todo romance clichê, ela possui um melhor amigo gay, um gato e vários problemas que toda adolescente tem, e essa foi a sacada do autor, fazer com que todos os leitores se identificassem com alguma coisa relacionada ao enredo, seja a personalidade dos personagens, sejam as situações, sejam os pensamentos e emoções pelo qual eles passam durante toda a narrativa.


“Era como se a fumaça do seu cigarro fosse uma grande nuvem de impossibilidades que eu gostaria de penetrar.”

O livro é classificado como infanto-juvenil, mas eu acho que ele já passou dessa fase, afinal eu imagino que infanto-juvenil tenha mais a ver com primeiro amor, puberdade, esse tipo de coisa, enquanto nossa Lola já está na faculdade, tem alguma experiência em relacionamentos, etc. Mas admito que alguns elementos da trama nos remete a algo mais imaturo por parte dos personagens, como no caso dos desenhos e pequenos detalhes que encontramos espalhados pelas páginas do livro, que sempre nos rementem a algum momento da leitura.


Image and video hosting by TinyPic

É claro que não vou contar o enredo, mas em alguns momentos eu me colocava no lugar da Lola e imaginava o que eu teria feito em seu lugar, e em outros momentos eu queria ser sua mãe ou melhor amiga para aconselha-la a não fazer certas escolhas, mas a verdade é que as vezes a gente só aprende cometendo erros, assim como ela comete e se não fosse assim, a vida não teria graça e não aprenderíamos nada sobre ela.


“Gabriel, você não desapareceu como aquela brisa que passa leve e despercebida. Você foi a ventania, aquele temporal que causou o pior estrago que podia.”


Bom, a escrita é bem leve, fluída e de fácil leitura, o autor soube conduzir bem a história sem deixá-la ficar cansativa ou cheia de rodeios, mesmo sendo um livro curto, tudo acontece nos momentos oportunos e foi muito inteligente a forma como se deu o desfecho, nos trazendo uma reflexão sobre toda a história. No final, há um link, onde podemos acessar mais informações sobre o livro, como a trilha sonora, os itens que aparecem durante a história, e você pode participar deixando uma mensagem ou imagem. Vale a pena conferir no: www.precisavadevoce.vai.la.

Não encontrei erros de revisão e não tenho muito o que falar sobre a diagramação, pois li em e-book, mas pela imagem da capa - que possui duas opções de cores (rosa e azul) e os detalhes que foram colocados no decorrer da história, a editora merece os parabéns, pois tudo se relacionou perfeitamente com a trama. Merece nota 4.

Image and video hosting by TinyPic

Nota 4 porque é um romance, gênero que nunca leio, pois essas histórias sempre me remetem a minha própria história de vida, que não é das melhores e sempre me imagino como as personagens sofredoras, o que não é legal, e é por isso que não gosto de ler romances. #ProntoFalei

Então é isso. Espero que tenham curtido a resenha. Viajei no final de semana e por isso, escrevi a resenha às pressas, mas acho que consegui dizer tudo que achei dessa leitura. Lembrando que ela está disponível no Skoob e no Orelha de Livro.

Até a próxima!

julho 25, 2015

Pré-Lançamento do livro O Vampiro Imperador

Olá pessoas lindas,
hoje trago uma super novidade. O Leonardo Barros, parceiro aqui do território, está com um novo lançamento e eu não poderia perder a oportunidade de mostrá-lo, em primeira mão, para vocês.

Image and video hosting by TinyPic

O médico e escritor Leonardo Barros anunciou o seu sexto romance, que tem lançamento oficial previsto para 04 de agosto. No entanto, a Livraria Saraiva já está divulgando o livro em pré-venda no site. COMPRE AQUI!

Confira a sinopse:

Image and video hosting by TinyPic
“Drucila é uma linda jovem romana, casada com o médico do imperador Nero. Diante da ausência do filho, ela entrega-se a um culto proibido de fertilidade, ato que inicia sua ruína e tem relação com sua transformação em vampira. Ciente de seu poder, ela resolve dominar Roma e não mede esforços para consegui-lo. As intenções de Drucila só poderiam ser ameaçadas por Dotan, um ser imortal como ela. Em noites de lua cheia, esse general de confiança de Nero prende a si mesmo a fim de evitar que o lobisomem, criatura que se tornou há milhares de anos, domine-o. No entanto, quando Dotan se vê diante de uma Roma guiada por energias maléficas, ele engendra sua força para tentar salvar o povo da perseguição e da tirania. O derramamento de sangue se torna um pesadelo constante. A cidade caminha, a passos rápidos, para um longo período de escuridão. Traições, jogos de poder e lutas épicas enredam essa engenhosa aventura que põe em conflito a busca pelo bem e o desejo, às vezes incontrolável, pelo poder e pela luxúria.”

O Vampiro Imperador é um suspense fantástico ambientado na Roma do ano 65 d.C. O romance tem 400 páginas e combina a narrativa thriller que consagrou o autor com personagens fantásticos como vampiros e lobisomens. Seu público alvo é o adulto jovem, leitores que apreciam suspense, terror e romances históricos com muita ação. O texto é muito visual, e o leitor é capaz de conceber os acontecimentos como cenas de filmes e games do gênero. O cuidado com a trama é um diferencial do autor que se empenha em surpreender os leitores mais exigentes.

Leonardo Barros sempre gostou de livros e filmes de suspense e terror. Confessa que respeita quem gosta, mas que não simpatiza muito com a versão romântica que alguns escritores têm criado para vampiros e lobisomens. O Vampiro Imperador resgata o bebedor de sangue tradicional, amaldiçoado, ambicioso e sanguinário, mas acrescenta um elemento novo ao criar seu próprio universo fantástico. A primeira vampira de uma casta bebe o sangue do Diabo, representado na história pela figura de Plutão, o deus do Tártaro (uma espécie de inferno romano), e os lobisomens foram criados por Deus, com o intuito de destruir os bebedores de sangue.

O autor descreve seu processo criativo como uma combinação de planejamento, inspiração e disciplina. “Não conseguiria escrever de outra forma: aproveito os momentos de grande inspiração e me tranco para criar os resumos do livro e de seus personagens. Nos dias seguintes, estudo o que escrevi e acrescento novos detalhes, mudo um cenário, uma característica de um personagem ou acrescento um novo final. O resto do processo se resume à disciplina. Sentar, escrever, revisar, editar...”

Image and video hosting by TinyPic
Leonardo é escritor contratado do Grupo Novo Século e lança o novo título pelo selo principal da editora. É autor de livros de suspense como o celebrado Presságio – O assassinato da Freira Nua (um sucesso da crítica na blogosfera) e O Maníaco do Circo (que recorrentemente figura entre os e-books mais vendidos do gênero na Amazon).


Quer saber mais sobre essa parceria? Acesse:
Parceria com Leonardo Barros;
Resenha de Presságio: O Assassinato da Freira Nua.

E aí, curtiram a novidade? Eu estou muito animada com esse livro, pois a premissa é ótima!!! E vocês????

Até a próxima!!!

julho 23, 2015

Alta Tensão

Oi gente,
estou muito atrasada na maratona e somente hoje conclui a leitura desse livro que estou trazendo a resenha para vocês. A correria está grande já que viajo no fim de semana, e como vou a trabalho, sei que não terei tempo para ler tanto quanto gostaria.


O livro Alta Tensão, é um dos livros que selecionei para participar da Maratona Literária #MLI2015, que não participava de nenhum desafio, mas deveria ser lido na segunda semana que já passou, que tinha como tema suspenses, thrillers e/ou terror.


Image and video hosting by TinyPic
Sinopse: Uma mensagem anônima deixada no Facebook da ex-estrela do tênis Suzze T põe em dúvida a paternidade de seu filho. Grávida de oito meses, ela pede a ajuda de seu agente e amigo Myron Bolitar para descobrir o responsável por essa intriga e trazer de volta seu marido, o astro do rock Lex Ryder, que saiu de casa depois de ler o texto. Descobrir o paradeiro de Lex não é tarefa difícil para um ex-agente do FBI. Mas, na mesma boate onde o encontra, Myron é surpreendido ao ver Kitty, a mulher que fugiu com seu irmão, Brad, e o afastou para sempre da família. Tentando ajudar a amiga e reencontrar o irmão mais novo, Myron se vê preso numa rede de segredos obscuros que põe em risco as pessoas que ele mais ama. Agora, só a verdade poderá salvá-las. Mas, para que ela prevaleça, nenhuma mentira pode restar – seja ela de Suzze, Lex, Kitty ou do próprio Myron. Nesta premiada história, Harlan Coben mais uma vez consegue construir uma trama envolvente, que fala de fama, ganância e rivalidade e surpreende por seu toque humano. Na aventura mais difícil de Myron Bolitar, seu passado vem à tona e, junto com ele, feridas que jamais se fecharão. 
Título: Alta TensãoAutor: Harlan CobenAno: 2011 Gênero: Policial, suspenseEditora: Arqueiro


Depois de ter lido Não Conte a Ninguém - meu primeiro contato com Harlan Coben - comecei a leitura de Alta Tensão na maior expectativa, especialmente pelo fato de ele ter criado um daqueles personagens que se tornam ícones de um autor, como fazem tantos autores renomados mundo a fora. Mas apesar de ter gostado muito do personagem Myron Bolitar, a história não foi das melhores, pelo menos para mim.

“O grande benefício da internet: todo mundo pode se manifestar – disse ele. O grande mal dela: todo mundo pode se manifestar.” 


A história criada pelo autor é bem complexa, mas de início tudo parece ser algo muito simples e corriqueiro na vida do personagem, que tenta ajudar os clientes que agencia da melhor forma possível.  Mas as coisas vão se complicando, quando entram em cena alguns personagens que fizeram parte da história de vida de Myron, revelando um drama familiar e trazendo a tona antigos segredos.

“Seu coração é como um paraquedas: só se abre quando você cai.” 


Apesar do início ser um pouco parado, onde o personagem Myron apenas busca pistas para desvendar o mistério por trás de uma mensagem deixada no facebook de sua cliente, novos personagem entram em cena, como seu colega de trabalho Win, que é um cara rico e totalmente insano, além da sua sócia bisexual e sua assistente Big Cindy, que adora usar trajes nada discretos. Ou seja, os personagens que o Harlan cria, são cheios de personalidade e bem construídos, especialmente o Myron que tem umas sacadas muitos inteligentes, diálogos cheios de sarcasmos e piadas que me tiraram muitas risadas.


“Fishman engoliu a comida que tinha na boca. Pelo cheiro, atum. No pão integral, constatou Myron. Alface, tomate. Myron se perguntou se ele mesmo o havia preparado ou outra pessoa, depois se perguntou por que ficava se perguntando essas coisas.”

Mas do meio pro final, o livro começa e pegar um ritmo muito bom, com muitas reviravoltas na história e descobertas surpreendentes, que de início não percebemos que há conexões entres os vários personagens e suas histórias, o que foi brilhante por parte do autor que criou uma trama tão bem tecida. Não há furos na história e nós só descobrimos aos poucos todos os mistérios que envolvem o enredo.

“Ninguém reza nas trincheiras porque está pronto para encontrar o Criador. As pessoas rezam porque não querem isso.”


Enfim, a leitura é ótima, a escrita do Harlan é fluida e divertida até mesmo nos momentos tensos da história, mas faltou alguma coisa que me prendesse ao livro, afinal, romances policiais são meu gênero favorito exatamente porque a trama é envolvente e a gente não consegue parar de ler até desvendar todos os mistérios, mas por algum motivo eu não me senti tão conectada a história quanto me senti no primeiro livro do autor que li e por isso, o considerei apenas bom.

Bom, é isso. Espero que tenham gostado da resenha e de conhecer o livro. Não deixe de comentar, quero muito saber sua opinião.

Essa resenha também está disponível no Skoob e no Orelha de Livro.

Até a próxima!

julho 21, 2015

Quotes de Marina

Oi gente, tudo bem?
faz um tempão que a coluna Quotes está meio abandonada, por causa de tantas postagens diferentes e algumas novidades, mas hoje, a fim de me redimir com todos, trago quotes de um livro muito especial para mim.

Image and video hosting by TinyPic

Marina é um dos meus livros preferidos, mesmo sendo um romance juvenil, a escrita do Zafón torna o enredo muito mais cativante, de um jeito que você se apaixona pelos personagens, e é até emocionante lembrar dessa história tão incrível. Os quotes estão aqui para nos dá a dimensão do que estou tentando dizer. 

Image and video hosting by TinyPic O livro conta a história de Oscar, um garoto de 15 anos que vive em um internato, na Barcelona da década de 1980 e adora passear pelas ruas e ver os casarões abandonados. Um dia, sua curiosidade o leva a entrar em um desses casarões que ele pensava estar vazio e é atraído por uma música e por um antigo relógio de bolso. Ao perceber que há mais alguém na sala, ele foge, levando consigo o relógio. Dias depois, preocupado em ser acusado de roubo, ele volta para devolver o relógio e conhece Marina, que vive no antigo casarão com seu pai e um gato, e a partir daí começa sua aventura.



É uma história de suspense, aventura e romance, que traz a linguagem poética do autor como peça fundamental para tornar esse livro uma história inesquecível. Confiram:


“Só as pessoas que têm algum lugar para ir podem desaparecer”


“Naquele dia, o fantasma de Gaudí esculpia nuvens impossíveis sobre um azul que dissolvia o olhar” 

“A memória parecia flutuar como uma névoa que demora a se dissipar”

“Eu ouvia o eco de meus passos, mas poderia jurar que estava andando a um palmo do chão” 

“Sempre pensei que as velhas estações de trem são um dos poucos lugares mágicos que ainda restam no mundo. Nelas, misturam-se os fantasmas de lembranças e despedidas com o início de centenas de viagens para destinos distantes, sem retorno.” 

“Às vezes, as coisas mais reais só acontecem na imaginação” 

“A vida concede a cada um de nós apenas alguns raros momentos de pura felicidade. Às vezes são apenas dias ou semanas. Às vezes anos. Tudo depende da sorte de cada um. A lembrança desses momentos nos acompanha para sempre e se transforma num país de memória ao qual tentamos regressar pelo resto de nossas vidas. Sem conseguir.” 

“O nada depois da escuridão.” 

“E entendi com a brutal clareza com que os sonhos se desfazem no ar.” 

“Todos os contos são mentiras, embora nem todas as mentiras sejam contos.” 

“Corri sem parar, sem fôlego até chegar às ruas barulhentas, repletas de rostos anônimos que ignoravam meu sofrimento. Ao meu redor, vi um mundo para o qual a minha sorte não tinha nenhuma importância.” 

“Um universo no qual sua vida era uma simples gota d’água entre as ondas.” 

“O tempo não nos torna mais sábios, apenas mais covardes.” 

“Pensei que, se corresse mais do que o horizonte, as sombras do passado se afastariam do meu caminho. Pensei que se a distância fosse suficiente, as vozes da minha memória se calariam para sempre.”

“Às vezes duvido de minha memória e me pergunto se serei capaz de recordar o que nunca aconteceu.” 


Então, eu pensei em selecionar apenas os melhores, mas se tornou uma tarefa impossível e eliminei apenas aqueles que seriam possíveis spoilers

Espero que tenham gostado de conhecer um pouco desse livro incrível, que é um dos meus favoritos, que não tem resenha no momento, pois o li antes da existência do blog, mas pretendo reler a obra e com certeza trarei a resenha.

Até a próxima!!!

julho 19, 2015

Resenha: O Lado Bom da Vida

Olá pessoal, tudo bem?
Hoje trago para vocês mais um resenha, fruto da segunda leitura da Maratona de Inverno, o que me deixou muito feliz, pois consegui terminar a primeira semana de leitura com saldo positivo.

Image and video hosting by TinyPic

O Lado Bom da Vida é um dos livros que eu estava querendo muito ler, não apenas por causa da maratona, mas por que ele está na minha meta de leitura do Soob e também por ser do Matthew Quick, autor que me conquistou durante a leitura de Perdão, Leonard Peacock*. Então, vamos conferir o que achei dessa leitura.
* Clique do título para ler a resenha.

Image and video hosting by TinyPicTítulo: O Lado Bom da Vida
Autor: Matthew Quick
Ano: 2012
Gênero: Romance, comédia, drama
Editora: Intrínseca
Sinopse: Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele 'lugar ruim', Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um 'tempo separados'. Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.


Bom, eu confesso que comecei a leitura desse livro cheia de expectativas, tendo em vista que a leitura anterior me emocionou muito, mas me decepcionei um pouco. Não a ponto de não gostar do livro, eu amei, mas não tanto quanto gostaria.

Uma coisa que adoro no Matthew Quick é que ele cria personagens apaixonantes. Por mais problemáticos, sofridos, e malucos que sejam, a gente não consegue não se encantar com essas pessoas. E mais uma vez eu senti vontade de pegar o personagem e levar para casa, cuidar e dizer que tudo ficaria bem. Foi assim com o Leonard Peacock, foi assim com o Pat Peoples.


“Dá para ver claramente que Fitzgerald nunca se deu o trabalho de olhar para a parte brilhante que há por trás das nuvens ao pôr do sol.” – sobre o livro O Grande Gatsby


A escrita do autor é muito fluida, e mesmo que haja uma atmosfera tensa que permeia o enredo, ele consegue narrar de uma forma muito leve e por algum momento parece que tudo está bem, quando na verdade a vida dos personagens está a beira do abismo.


“A essa altura dez árvores já devem ter sido derrubadas só para documentar minha saúde mental.”


Pat, é um verdadeiro louco, e como o livro é narrado em primeira pessoa na visão dele, nós podemos ver como funciona a mente dele e todos os seus pensamentos e angustias, além disso ele é viciado em exercícios, tem pesadelos, evita contato com as pessoas, tem problemas para conter a raiva e usa alguns artifícios para evitar os momentos de fúria que lhe acometem em algumas situações, como por exemplo, quando ouve o som do sax de Kenny G. E é muito engraçado, porque ele se sente perseguido pelo cara, e ficamos curiosos até o final do livro para descobrir o motivo disso.


“O Sr. G pode não parecer malvado, mas eu tenho mais medo dele do que de qualquer outro ser humano” 

Eu não tenho nada contra esportes e até gosto quando um livro ou filme, retrata esses momentos de torcida, o amor a um time, mas acho que o Matthew pesou a mão, e isso acabou deixando o livro um pouco chato. Não tanto a questão do esporte, mas as várias situações que envolviam os jogos do Eagles, deixando o enredo muito repetitivo. Tudo bem, que o Pat seguia uma rotina muito rígida, alternando exercícios, corrida, visita ao terapeuta e os jogos, mas achei desnecessário repetir tanto isso.


“E de repente, é dado o pontapé inicial e estou torcendo como se minha vida dependesse do resultado desse jogo.”


Mas o livro não é só jogo, há várias situações um tanto bizarras que acontecem, e que amenizam a tensão que é a situação do Pat. Os personagens secundários também são incríveis e surgem nos momentos mais oportunos na tentativa de trazer um pouco de normalidade para a vida do Pat, pois ele apagou partes da sua vida e todos a sua volta parecem esconder tudo dele, ao mesmo tempo que tentam ajudá-lo a tocar sua vida, e nesse contexto que a Tiffany se torna tão importante para a história. Mas não quero entrar em detalhes sobre a relação deles, porque seria muito spoiler junto.


“Em meus braços está uma mulher que me deu uma Tabela de Nuvens do Observador do Céu, uma mulher que sabe todos os meus segredos, uma mulher que sabe quão problemática é a minha mente, quantos comprimidos eu tomo, e que ainda assim permite que eu a abrace.”


Eu poderia ficar aqui falando sobre vários pontos do livro, mas se eu o fizesse tiraria a graça da leitura e eu quero que todos leiam, se é que já não leram, afinal, já há até uma adaptação para o cinema que eu ainda não vi. Mas tenho uma crítica a fazer, pois colocaram a Jennifer Lawrence para interpretar a Tiffany, que no livro tem mais de 35 anos, ou seja, ela é mais velha que o personagem Pat, interpretado pelo muso Bradley Cooper, o que me deixou, tipo "oi?", mas enfim...



Reitero que amei o livro, tendo apenas como ressalva o que já foi dito. Ainda assim, acho que merece nota máxima. Espero que vocês tenham gostado da resenha, eu tentei não me alongar muito para não acabar falando demais e ficar cansativo.


Image and video hosting by TinyPic



Não deixem de me contar se já viram o filme ou leram o livro e o que acharam.



Essa resenha também estará disponível lá no  Skoob e no orelha de Livro.


Até a próxima!!!

julho 17, 2015

Projeto Picture Challenge - 1ª Quinzena

Olá pessoal, tudo bem?
Como prometi, hoje trago para vocês o resumo do projeto Picture Challenge, pois chegamos a metade do mês e com muita dificuldade consegui postar diariamente. Porém, por causa de alguns imprevistos, acabei não fazendo uma postagem semanal, mas sim, quinzenal.

Image and video hosting by TinyPic

Para quem não sabe, trata-se de um projeto fotográfico no Instagram, onde devo postar uma foto por dia relacionada ao tema, usando a hashtag #PictureChallenge2015, que vocês podem saber mais detalhes nesse POST.

Então, vamos as fotos:

Image and video hosting by TinyPic
Dia 1 - A primeira frase de um livro (escolhi essa frase porque realmente gostei da forma como se inicia a história)
Image and video hosting by TinyPic
Dia 2 - Julgando o livro pela capa (adoro labirintos)
Image and video hosting by TinyPic
Dia 3 - O primeiro volume de uma série (acho que á a única série que tenho)
Image and video hosting by TinyPic
Dia 4 - Poesia de lombada (meus livros não ajudaram)
Image and video hosting by TinyPic
Dia 5 - Um livro ilustrado (não poderia ser outro)
Image and video hosting by TinyPic
Dia 6 - Um livro que virou filme (tinha vários, mas escolhi esses dois que são mais recentes)
Image and video hosting by TinyPic
Dia 7 - Um livro de seu autor favorito (que é também o meu livro favorito)
Image and video hosting by TinyPic
Dia 8 - Um livro no qual gostaria de viver (a escolha foi mais por falta de opção)
Image and video hosting by TinyPic
Dia 9 - Todo mundo gostou, menos eu (o final me indignou muito)
Image and video hosting by TinyPic
Dia 10 - Guilty pleasure (fiquei em dúvida, mas escolhi esse, que fez muitas pessoas torcerem o nariz para a história da minha cidade... que se danem!)
Image and video hosting by TinyPic
Dia 11 - Um livro que lembra minha infância (li e reli esses livros - pertence a uma coleção - muitas vezes, e a capa holográfica era perfeita, bem como as ilustrações)
Image and video hosting by TinyPic
Dia 12 - Um livro muito divertido (não costumo ler livros divertidos, pois adoro um drama, mas esse é bem leve e eu apreciei muito a leitura)
Image and video hosting by TinyPic
Dia 13 - Um livro que dá para ser lido em um dia (é um livro juvenil com bastante aventura e mistério, o que torna a leitura fluida e rápida)
Image and video hosting by TinyPic
Dia 14 - Uma capa feia (não é exatamente feia, mas ela não condiz com a história)
Image and video hosting by TinyPic
Dia 15 - Música no livro (foi o mais próximo que consegui de música, que são os ícones. Eles rementem a algumas passagens do livro)


Bom gente, é isso. Espero que vocês tenham gostado das imagens, algumas foram feitas um pouco na pressa, mas acho que consegui passar a mensagem. Também espero conseguir continuar postando diariamente e no final do mês, teremos por aqui o restante das fotos.


Quem quiser acompanhar o projeto e ver mais imagens de quem também está participando, basta buscar pela hashtag  #PictureChallenge2015 no instagram.

Até a próxima!!!

julho 15, 2015

Resenha: As Aventuras de Alice no País das Maravilhas

Oi gente, tudo bem?
Como prometi, hoje trago a resenha do primeiro livro que li durante a Maratona de Inverno 2015 #MLI2015

Image and video hosting by TinyPic

Demorei um pouco a postar, pois tinha alguns posts atrasados e precisei viajar no fim de semana,  o que acabou fazendo com que a resenha só saísse hoje. Eu já terminei a segunda leitura da minha TBR para a maratona e muito em breve teremos outra resenha.

A história de Alice no país das maravilhas é uma das mais conhecidas no mundo todo e é uma leitura sempre curiosa, mesmo que a gente já tenha lido alguma versão ou visto um filme.

Image and video hosting by TinyPicTítulo: Aventuras de Alice no País das maravilhas
Autor: Lewis Carroll
Ano: 2009
Gênero: Infanto-Juvenil, Fantasia
Editora: Zahar
Sinopse: Alice é uma menina que ao avistar um coelho correndo pelo seu jardim, resolve segui-lo e acaba caindo na sua toca, chegando ao país das maravilhas. Lá ela irá encontrar muitas criaturas falantes, como animais, um grifo, uma falsa tartaruga, uma rainha e um exército de cartas de baralho. Ela descobre que pode mudar de tamanho bebendo um liquido ou comendo um pedaço de torta e até mesmo um cogumelo. E vai se ver metida em algumas situações um tanto quanto malucas.

Alice é uma personagem incrível e a história toda se volta para essa menina sagaz e esperta e, mesmo sendo uma criança ela consegue se sair muito bem ao chegar no país, mesmo sendo um lugar absurdamente diferente da sua realidade.


" - Poderia me dizer, por favor, que caminho devo tomar para ir embora daqui?
- Depende bastante de para onde quer ir, respondeu o gato.
- Não me importa muito para onde, disse Alice.
- Então não importa que caminho tome, disse o gato."

Apesar de a linguagem ser um pouco arcaica, a leitura flui normalmente e há várias ilustrações que nos remete a algumas das situações pela qual Alice passa. E é muito divertido estar junto da menina enquanto ela vai descobrindo esse mundo tão fantástico.


A rainha só tinha uma maneira de resolver todas as dificuldades, grandes ou pequenas. "Cortem-lhe a cabeça!" ordenou sem pestanejar.

A história é bem curta, apenas 150 páginas, mas todo o enredo é bem intenso, pois a cada momento surgem personagens novos que levam Alice a uma nova aventura, desvendando um mundo totalmente novo.


"Nunca imagine que você mesma não é outra coisa senão o que poderia parecer a outros do que o que você fosse ou poderia ter sido, não fosse senão o que você tivesse sido teria parecido a eles ser de outra maneira."

Não há muito o que falar do enredo, pois eu teria que soltar vários spoliers, mas o mundo fantástico que o autor criou permeia o imaginário de muita gente, e não é difícil encontrar quem goste ou se sinta um pouco Alice em algum momento de sua vida, ou seja, como se estivesse em um sonho muito real e incrivelmente insano.

Image and video hosting by TinyPic

Essa edição que tenho é de bolso, mas ao mesmo tempo é uma edição de luxo, com capa dura e ilustrações originais. Apesar do tamanho, a fonte possui tamanho confortável a leitura, bem como as páginas são amareladas e de boa qualidade.

Assim, como a leitura, a resenha também curtinha, mas acredito que eu tenha conseguido expressar minhas considerações.
Por ser um livro infanto-juvenil e ser tão curto, dei apenas 4 corações, pois gostaria de um maior desenvolvimento.

Image and video hosting by TinyPic

Esse livro é parte da semana temática e cumpre o desafio de ler um livro ilustrado da Maratona de Inverno.


Vocês podem conferir essa resenha no Skoob e acompanhar todas as minhas leituras através do Orelha de Livro.

Até a próxima!!!
 
© Ventos do Outono | 2016 | Todos os Direitos Reservados | Criado por: Luciana Martinho | Tecnologia Blogger. imagem-logo